Horário de atenção

de segunda a sexta-feira

das 9:00h às 13:00h e

das 14:00h às 18:00h

 

Tel: +351 256 109 139

Tel: +351 300 500 455

 

Últimos tweets

Só queremos te agradecer. FELIZ 2018! https://t.co/fxBOMJCaiX
A equipa da Krannich Solar deseja-te um Feliz Natal! https://t.co/WEYgMaG7aB
Da Krannich Solar desejamos-te uma Feliz Véspera de Natal e que desfrutes em companhia dos teus. https://t.co/OZA9fe1xYf
Queremos desearte unas ¡Felices Fiestas! https://t.co/pacC9QwmPv
Na sexta-feira tivemos o nosso tradicional almoço de Natal e reunimos-nos as equipas de #KrannichSolarSpain e… https://t.co/WKjVBmd6ul

Fotovoltaica e diesel ao serviço de uma quinta de Lleida

24-09-2015
A instalação solar híbrida incorpora um inovador sistema de comunicação da Victron Energy que integra também os inversores da Fronius

Instalação fotovoltaica com diesel

Painéis fotovoltaicos

Painéis solares

Instalação solar híbrida

Inversores solares Victron

Inversores solares

Os sistemas fotovoltaicos de autoconsumo com hibridação de diesel são cada vez mais frequentes em Espanha, pois combinam as vantagens de cada uma destas duas tecnologias para um fornecimento eléctrico contínuo e uma maior independência económica face às subidas dos preços da energia. Se a isto somarmos as baterias solares que propiciam uma desconexão da rede eléctrica, podemos falar de um sistema isolado com grupos electrógenos, como o que a SUD Renovables, em colaboração com a Krannich Solar, pôs em marcha numa grande exploração de frangos de Alfés (Lleida). Graças à sua formação e capacidade técnica nos produtos fotovoltaicos utilizados, os equipamentos da distribuidora alemã envolveu-se em todo o processo de instalação para garantir o funcionamento adequado do projeto.

 

A aposta pela energia solar foi uma decisão muito ponderada pelos proprietários. Inicialmente, depois de a administração local ter quebrado a promessa de trazer, em 2008, o fornecimento eléctrico até à exploração, viram-se forçados a optar por uma instalação com grupos electrógenos. Com o passar dos anos e a descida de preços, a fotovoltaica converteu-se na solução mais competitiva para os avicultores. Finalmente, após um estudo de viabilidade e uma análise de rentabilidade apresentados pela SUD Renovables, os proprietários da exploração realizaram um investimento de 85.000€ na modificação do sistema de fornecimento eléctrico da propriedade, com a expectativa de recuperá-lo nos próximos 6 anos.

 

O sistema isolado e híbrido com energia solar e diesel, de 30kW de potência, foi projectada para manter, no recinto, uma temperatura constante, essencial para a criação dos frangos. A electricidade produzida pelos 123 painéis fotovoltaicos (40.000kWh anuais aproximadamente) cobre mais de metade do consumo, que ronda os 60 000kWh ao ano e que se gera durante as horas de sol, o que favorece claramente o autoconsumo. A outra parte do consumo energético é satisfeita, mais ou menos em partes iguais, pelos grupos electrógenos e as baterias solares. 

 

A monitorização da instalação fotovoltaica que a SUD Renovables instalou na propriedade de Alfés é uma das suas características mais relevantes, pois o sistema de comunicação integral da Victron Energy supervisiona também os conversores solares Fronius e obtém os dados de produção dos mesmos. Além disso, e embora não fosse imprescindível, também se conta com um BMV702 da empresa holandesa para medir e controlar o estado de carga dos acumuladores fotovoltaicos, e que funciona muito bem para ver possíveis cargas ou descargas directas em corrente continua. Ao tratar-se de baterias solares de ácido-chumbo, deve-se evitar a sua estratificação, pois poderia provocar um mau funcionamento das mesmas.

 

No que diz respeito aos inversores fotovoltaicos, a Krannich Solar forneceu dois conversores de ligação à rede Fronius SYMO 15.0-3-M e três para isolada Victron Quattro 48V 10000VA que geram a micro-rede trifásica interior. Os primeiros sincronizam-se com a micro-rede graças à sua configuração MG 50HZ projectada e optimizada para a ligação através da modulação de potência por tensão e frequência.

 

O sistema fotovoltaico possui dois geradores diesel, um de 12kW e outro de 100kW aproximadamente. O funcionamento da instalação está definido por uma constante activação automática por tensão a 48V do grupo electrógeno pequeno, que se utiliza para carregar as baterias solares, arrancando quando a capacidade das mesmas se encontra próximo de 60-70% e parando quando chega aos 90%. Isto deve-se fundamentalmente a duas razões: em primeiro lugar, porque a geração fotovoltaica apenas pode chegar a carregar os acumuladores, já que a energia solar produzida é utilizada imediatamente -mais ainda nos meses de Verão, onde o consumo dispara-; e, em segundo lugar, porque os geradores diesel têm um melhor rendimento quando trabalham à sua potência nominal, pelo que se utilizássemos o de 100kW estaríamos a fazer um uso ineficiente do mesmo. Este grupo electrógeno mais potente cumpre uma função de apoio para cobrir os picos de consumo elevados, arrancando de forma automática quando o consumo supera os 25kW.

 

Em última análise, pela radiação solar da zona (uns 1.709kWh/m2 ao ano), as necessidades energéticas e a curva de consumo da exploração de frangos, o projecto de uma instalação isolada com FV diesel aplica-se a este negócio que nem uma luva. Tanto assim é que não só conseguem reduzir em grande medida os gastos de exploração, bem como, graças à energia fotovoltaica, diminuem o ruido produzido pelos grupos electrógenos, evitam a emissão para a atmosfera de quase 35 toneladas de CO2 –se o comparamos com a produção por carvão- e poupam 13.500 litros de gasóleo ao ano.